Desparasitação interna e externa

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Ferreira em Sex Set 21, 2012 5:13 pm

Boa tarde Luís Gomes.
Faça um intervalo de 2 dias e depois pode administrar a Vitamina-E.

A vitamina-E+ce da AviZonn é um produto recente e nunca o utilizei, portanto não lhe sei dizer se é eficaz mas penso que sim uma vez que é de uma empresa dedicada em exclusivo a medicamentos para aves de companhia.

Em relação há 3ª pergunta preciso saber qual das misturas uma vez que eles têm diversas para exóticos.

Pode trocar os ovos dos bengalins em choco por ovos de outros pássaros até ao 5º dia de choco, tudo o que é a mais no tempo é uma incógnita porque os bengalins levam 16 dias exactos a chocarem os ovos sejam eles quais forem e dando uma tolerância de 2-3 dias, enquanto os Goulds levam 14 dias de choco.
Bengalins, tempo de choco mais tempo de tolerância 16+3=19
Ovos de Goulds chocados por bengalins com postura avançada-14+5=19

Um abraço, Ferreira
avatar
Ferreira
Admin

Mensagens : 8405
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 69
Localização : Vendas Novas

http://www.forumdoferreira.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Luís Gomes em Ter Out 16, 2012 3:58 am

Caro Sr. Ferreira,

Comprei 3 fêmeas no Erythrura - Marvão, que tiveram classificações interessantes, para substituir 3 fêmeas que já tinham formado casal este ano, mas que sempre achei muito fracas (porte, tamanho, etc). Sei que o Sr. Ferreira não é adepto destas alterações de casal mas vou arriscar. Prefiro começar mais devagar e com paciência mas com melhores aves.

Uma das questões tem a ver com o seguinte: Tenho estas fêmeas separadas em quarentena e elas aparentam estar em excelente forma. Ainda apenas passaram 10 dias, pelo que vou esperar mais algum tempo. Se elas se mantiverem assim, o Sr. Ferreira é de opinião que devo fazer a desparazitação na mesma? Designadamente a desparazitação com Pulmosan? É que esse tratatamento vai abalá-las um pouco e lá se vai mais um mês de preparação para a criação. Por outro lado tenho todas as minhas aves de saúde, tendo já nascido alguns goulds e sem qualquer baixa.

Por último, já referi ter um casal de emblemas pictas a criar directo. Da primeira postura nasceram 3 filhotes que estão óptimos e já com quase 3 meses. Uma das aves tem no entanto um dedo posterior virado para a frente, tendo por isso alguma dificuldade em agarrar o poleiro com esta pata. Não liguei muito porque poderia ser resultado de alguma lesão durantes os primeiros dias. No entanto na segunda postura (2 crias) os dedos de uma pata de uma das aves são apenas uns pequenos cotos, sem unhas sequer. Como não acredito em coincidências nem na nossa Sra. de Fátima (desculpe a heresia Laughing), creio estar claro que o pseudo criador me vendeu um casal de irmãos pig (tem anilhas federativas e são deste ano). E isto depois de ter insistido com ele perguntando se não havia consaguinidade. Enfim, à boa maneira portuguesa ganhou algum dinheiro num negócio mas perdeu um cliente.

Relativamente a este assunto as minhas dúvidas são duas:
1 - Tem ideia se é fácil fazer alterações de casais nos picta, pois nesse caso compraria outro casal para os trocar?
2 - Se cruzar pictas de outros criadores com os filhos deste casal que já tenho reduzo consideravelmente a possibilidade de más formações que a consanguinidade acarreta?

Um abraço e obrigado,
Luís Gomes,

PS: Sem querer armar-me em "expert" numa área em que estou a dar os primeiros passos, é impressão minha ou os goulds que estiveram no Erythrura não estavam ao nível do melhor que há por aí (em Portugal , claro)? Isto se o Sr. Ferreira passou por lá.












avatar
Luís Gomes

Mensagens : 64
Data de inscrição : 18/03/2012
Idade : 49
Localização : Leiria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Ferreira em Qua Out 17, 2012 6:48 pm

Boa tarde Luís Gomes.
Não sei se perguntou ao antigo dono se estavam desparasitadas, se não perguntou devia e assim estava descançado. Já agora de quem eram os pássaros?
Eu fui lá no Sábado, aquilo estava mesmo muito fraco em todo o aspecto.
Pelo menos deve desparasitar externamente, quanto há interna é arriscar e juntar com os machos.
Infelizmente é a prata da casa, os que compou provavelmente já são irmãos/netos, posso saber a quem os comprou?
Em principio juntando com outros de outras proveniências em termos de anomalias devido há consanguinidade o problema fica resolvido em parte, o problema é os seus alem das deformações fisicas visiveis poderem ter também internas ou serem tão fracos que não consigam acasalar.

Um abraço, Ferreira
avatar
Ferreira
Admin

Mensagens : 8405
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 69
Localização : Vendas Novas

http://www.forumdoferreira.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Luís Gomes em Qui Out 18, 2012 1:45 am

Olá Sr. Ferreira,

Relativamente à identificação dos criadores a quem comprei os gould e os picta enviei-lhe uma MP. Evito assim de estar a identificar pessoas na praça sobre as quais teci comentários menos lisonjeiros Wink (apenas no caso dos picta).

Um abraço,
Luís GOmes
avatar
Luís Gomes

Mensagens : 64
Data de inscrição : 18/03/2012
Idade : 49
Localização : Leiria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Luís Gomes em Sab Out 27, 2012 2:41 pm

Bom dia Sr. Ferreira,

Tive agora as primeiras criações de Goulds e em cinco ninhadas tive 4 casais com duas aves nascidas e apenas um com 4 aves. Todas as aves nascidas (com idades entre os 5 e 15 dias) estão boas e bem alimentadas pelos bengalins, mas das quatro ninhadas com 2 nascidos todas tinham 1, 2 ou mesmo 3 ovos com pássaros já formados que não conseguiram nascer. Um deles começou mesmo a furar a casca mas acabou por não o conseguir.

Como informação adicinal refiro o seguinte:
- Os pássaros foram todos desparasitados atempadamente e no caso das amas, como estas são mais resistentes às bactérias, fiz mesmo o tratamento curativo com FP 20/20. Aos Goulds fiz o tratamento preventivo;
- Até agora a temperatura nunca desceu abaixo dos 20º mesmo durante noite;
- A humidade anda à volta dos 80%;
- Como os primeiros ovos de grande parte dos casais (quer dos goulds quer das outras espécies) estavam com a casca muito fina, partindo-se muitos deles fiz-lhes um tratamento com Calcivet, mas não abusei. Tem grit (da Verse Laga) e choco sempre à disposição.

Tem alguma ideia do que poderá estar na origem destas mortes no ovo? Será que o calcivet tornou a casca demasiado grossa para que eles a conseguisse partir?

Um abraço e obrigado,
Luís Gomes

avatar
Luís Gomes

Mensagens : 64
Data de inscrição : 18/03/2012
Idade : 49
Localização : Leiria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Ferreira em Seg Out 29, 2012 6:45 pm

Boa tarde Luís Gomes.
Provavelmente sim, o excesso de cálcio seja o causador disso se bem que 80º já é um bocado a fugir para o mais mas não é por aí uma vez que está no extremo.
O Grit é o osso de choco é mais que suficiente e eles sabem quando precisam de cálcio, o que tem que lhes administrar para regular as necessidades de cálcio no organismo é ir a uma farmácia e comprar um frasquinho de Vigantol (vitamina-D3 para bebés) e misturar nas papas 6 gotas de modo que comam tudo em um ou dois dias durante uma semana.

Um abraço, Ferreira
avatar
Ferreira
Admin

Mensagens : 8405
Data de inscrição : 18/05/2010
Idade : 69
Localização : Vendas Novas

http://www.forumdoferreira.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desparasitação interna e externa

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum